Quarta-feira, 22 de Outubro de 2008

Para a próxima guarda uma cópia

Ao que parece, a casa do Sr. Miguel Sousa Tavares foi assaltada e aquilo que mais o preocupa é terem-lhe levado o computador onde tinha "um ano de trabalho". O desespero levou-o a propor que o ladrão lhe devolvesse o computador em troca de qualquer outro bem que possua em sua casa.

O José Eduardo Moniz já deve estar a ver a vida a andar para trás! Provavelmente contava com o próximo livro para adaptar para novela e assim lá vai ter de fazer mais uns episódios para engonhar alguma das novelas actuais.

De qualquer modo, aconselho o Sr. Miguel a ver o roubo pelo lado positivo: só lhe levaram o computador. Podiam ter-lhe levado o maço de tabaco...

publicado por bonecatenebrosa às 21:44
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 2 de Outubro de 2007

Roubaram-me a carteira!

Foi criado um serviço chamado Perdi a Carteira, disponível na Loja do Cidadão das Laranjeiras que, à partida, irá facilitar bastante a vida às pessoas que perdem as suas carteiras, ao nível da substituição da documentação.

Tendo em conta que o governo passa a vida a deitar-nos a mão ao bolso, o próximo serviço que devia ser criado é Roubaram-me a Carteira. 

publicado por bonecatenebrosa às 15:47
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Junho de 2007

Diz que é uma espécie de roubo

Muitos portugueses ficaram indignados quando uma senhora de 75 anos foi acusada de ter roubado um creme no valor de 3.99 euros de um supermercado. Argumentavam algumas pessoas que "coitadinha da senhora, é apenas uma idosa e o produto só custava 3.99 euros". Esquecem-se que no Código Penal não diz em lado nenhum que os crimes de furto e roubo só se verificam quando o delinquente tem menos de 75 anos e os produtos roubados têm valor superior a 4 euros. Se assim fosse, qualquer velhinha poderia ir todos os dias à loja dos 1.5 euros roubar um produto e montar o seu próprio negócio.

A lei existe para ser cumprida e, se ela tivesse mesmo roubado, não era só por ser velha que estava tudo bem. Já basta passarem à frente nas filas para os autocarros e ficarem com os lugares nos transportes, andarem mesmo no meio das ruas a passo de caracol, passarem o tempo a queixarem-se de todos os problemas de saúde que os afligem, usufruírem de descontos em vários serviços, reclamarem que a juventude está perdida e dizerem que devia haver um Salazar em cada esquina!

Aparentemente, a senhora não roubou nada. No entanto, numa das poucas oportunidades em que poderia fazer valer os seus direitos, acusando o supermercado de lhe ter causado danos morais, e recebendo uma indemnização que poderia permitir-lhe comprar todos os medicamentos que lhe fazem falta sem nunca ter de passar necessidades, a senhora prefere ficar quietinha e não ter mais chatices.

Isto não são brandos costumes. São costumes de um país de panhonhas...

tags:
publicado por bonecatenebrosa às 23:12
link do post | comentar | favorito

.Eu, eu e mais eu

.Perdidos e achados

 

.Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
16
20
22
25
26
29
30

.Posts saídos do forno

. Para a próxima guarda uma...

. Roubaram-me a carteira!

. Diz que é uma espécie de ...

.Posts já maduros

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds

.Para onde vos mando