Quinta-feira, 31 de Maio de 2007

Terrorismo sem qualidade

Hoje, na estação de metro do Saldanha, um indivíduo lançou algo que se pensa ter sido gás pimenta, o que levou a que 11 pessoas fossem assistidas pelo INEM. Já antes, a estação de metro de Entrecampos tinha sido atacada por um automóvel.

Anda o senhor Almeida Santos preocupado com atentados terroristas nas pontes 25 de Abril e Vasco da Gama que pudessem deixar o país dividido ao meio e a margem sul ainda mais deserta quando, no fundo, os atentados acontecem no metro.

No entanto, no meio disto tudo, não posso deixar de pensar que até nisto o nosso país é pequeno! Num país que se preze, um terrorista ataca com bombas, com antraz, com gás sarin ou com outras coisas ainda mais letais. Em Portugal ataca-se com gás pimenta. Somos mesmo uns tristes...

publicado por bonecatenebrosa às 13:45
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 28 de Maio de 2007

Temos riscas muito giras

Mais alguns dos gatinhos grandes, de que eu sou fã:

Por agora é só. Outro dia procuro mais coisas fofas.

tags:
publicado por bonecatenebrosa às 11:30
link do post | comentar | favorito
Domingo, 27 de Maio de 2007

Nós somos verdes

Poderia dizer que somos marcianos e vivemos na margem sul, esse deserto onde não há escolas nem hospitais (porque, de facto, cada vez há menos escolas e hospitais em todo o Portugal). Mas, na realidade, queria apenas dar os parabéns ao Sporting pela taça.

Aproveitando aquilo que já fiz no passado, e porque desporto não é só futebol, parabéns ao Ovarense em basquetebol e ao Vale de Cambra em hóquei. Já agora, não percam o Roland Garros que começou hoje. É que para além do ténis ser um desporto bastante porreiro, reúne muito homem de qualidade.

tags:
publicado por bonecatenebrosa às 21:12
link do post | comentar | favorito

Parem outra vez tudo o que estão a fazer

Desculpem lá. Eu calculo que sejam pessoas ocupadas e que tenham mais o que fazer do que estar a dar-me atenção mas, se o que estão a fazer fosse mesmo importante, também não iam parar só porque eu pedi, certo? Além do mais, e modéstia à parte, é melhor fazer uma pausa comigo do que com o KitKat.

Não pude deixar de sentir comichão quando vi que o papa ia receber os pais da Madeleine. Podia voltar a falar sobre os desígnios de Deus, mas acho que já disse tudo o que pensava sobre isso em posts anteriores por isso, se quiserem saber, podem sempre lê-los. Resta então falar sobre o comportamento do papa.

Parece-me que o papa tem falta do que fazer. E isto acaba por ser a lógica da batata. De facto, não o vejo a fazer muita coisa e, na maior parte das vezes, até prefiro que assim seja: já que não ajuda, ao menos que não atrapalhe... Agora, o que me parece é que isto não é uma manobra dos pais da Madeleine para que o caso permaneça mediático. Penso que, no fundo, é sim uma manobra do papa para ter publicidade.

Só que, partindo do princípio que o papa segue a vontade de Deus e que Deus é justo (um pressuposto que eu própria questiono), deveria agora receber os pais de todas as crianças desaparecidas e não só aquelas que desaparecem em países europeus, supostamente desenvolvidos (outro pressuposto questionável). Deveria receber também aquelas que desaparecem na Ásia, em África e na América do Sul. Mas talvez o papa ache que ia ficar assoberbado com tanta recepção às famílias e, assim sendo, é melhor dar prioridade aos pais de criancinhas brancas, loiras e de olhos azuis. Afinal, há que ter critérios e só Deus sabe porque é que gosta tanto de lixar algumas áreas do globo.

publicado por bonecatenebrosa às 21:04
link do post | comentar | favorito
Sábado, 26 de Maio de 2007

Utilidades para as férias

Para aqueles que estão agora a preparar as férias, aqui ficam dois links de interesse.

Neste estão mapas das linhas de metro de todo o mundo:

http://www.amadeus.net/home/new/subwaymaps/en/index.htm

E neste estão mapas de todas as estradas do mundo:

http://www.multimap.com/index/

Espero que estejam actualizados e que vos sejam úteis. Quem é boazinha, quem é?

tags: ,
publicado por bonecatenebrosa às 16:23
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Maio de 2007

A censura e o risco calculado

Hoje decidi ter um comportamento de risco, uma atitude verdadeiramente radical. Após muita deliberação, concluí que deveria partilhar convosco uma imagem que me enviaram daquela que poderia ser a prova de inglês técnico do nosso Primeiro Ministro na Independente. Cá vai:

É claro que assim que assumi esta opção arriscada, pensei "Será que vou ser demitida por causa disto? Afinal de contas, o Mário Lino é capaz de se chatear por eu estar a gozar com o Sócrates...", mas logo em seguida lembrei-me que não estou em vias de perder grande coisa. Este acaba por ser um risco calculado se eu pensar bem na minha situação profissional: o pior que me pode acontecer é perder um trabalho onde as condições que dão aos profissionais são praticamente nulas e aquilo que se ganha não chega sequer aos calcanhares do subsídio de desemprego. E, assim sendo, o Sócrates que tome lá com mais esta. De qualquer modo, nada disto é tão mau como a figura que o Mário Lino e o Almeida Santos fizeram ao falar do aeroporto da OTA. É que é uma asneira atrás da outra, é cada tiro cada melro, cada pardal cada minhoca!

publicado por bonecatenebrosa às 23:35
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 23 de Maio de 2007

Manter as tradições

Vi recentemente um programa televisivo que mostrava homens de calças justas, casacos com costuras douradas e prateadas, a usarem rabos-de-cavalo e barretinhos. Não era um programa sobre metrossexuais. Era mesmo uma tourada!

Penso que já todos nós conhecemos os argumentos que provam que as touradas são tudo menos desporto, portanto não vou continuar a gastar o meu latim com grandes conversas. Admira-me apenas que digam que aquele é um desporto para homens másculos, tendo em conta a descrição que fiz no parágrafo anterior.

Dizem os defensores das touradas que a tourada é uma tradição nacional que deve ser preservada e que o touro foi feito para estar na arena. E digo eu: ponham o touro na arena, saudável (com os cornos inteiros e sem vaselina nos olhos), ao lado de um toureiro também saudável, e ambos desarmados. Isso sim, seria um desporto justo! Homem que é homem não se devia esconder atrás de uma bandarilha, nem devia precisar de ter os amigos a segurarem o rabo do touro...

Ainda digo mais: se a questão é manter as tradições, que tal irmos buscar um grupinho de católicos a Fátima e juntá-los na arena com leões ou tigres? Também era tradição. E ainda há poucos séculos as pessoas casavam-se com menos de 14 anos. Na época era tradição, agora é abuso sexual de menores! É à conta desta fantochada das tradições que o relatório da Amnistia Internacional mostra que, em 2006, morreram em Portugal mais de 39 mulheres devido a violência doméstica. É que bater na gaja também é tradição!

Pessoalmente, acho que as tradições têm cura. Querem touradas, deixem-nas para os políticos.

publicado por bonecatenebrosa às 20:54
link do post | comentar | favorito

Parem tudo o que estão a fazer

Pois bem, a Polícia Judiciária, a Polícia Britânica, a Europol e a Interpol podem parar as buscas da Madeleine. Os jornalistas portugueses, britânicos e do resto do mundo e arredores podem levantar arraiais da Praia da Luz. O problema está resolvido. A miúda vai reaparecer após um momento de profundo arrependimento e comoção por parte do(s) raptor(es), vai estar sã e salva e vai juntar-se alegremente à sua família. E tudo isto porquê? Porque os seus pais vão a Fátima!

Isto vai deixar a Nossa Senhora numa posição muito incómoda. Por um lado, se a miúda continuar sem aparecer, é motivo para dizer "Então Fátima? As pessoas rezam, fazem promessas e eu não te vejo a fazer nada, fico chateada!", por outro lado, se a miúda aparece, é razão para questionar "Oh Fátima, então deixa-se uma criança inocente por aí, nas mãos de bandidos, só para satisfazer caprichos? Não está certo!".

Acho que este incidente diplomático ainda vai descambar num incidente teológico...

publicado por bonecatenebrosa às 00:14
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 22 de Maio de 2007

Coisas fora de ordem

Felizmente a língua portuguesa permite-nos pequenos trocadilhos através destas palavras com múltiplos significados.

Hoje ao almoço, deparei-me com cerca de 6 indivíduos que fizeram questão de afirmar alto e a bom som que eram engenheiros. Pergunto eu: onde arranjaram o diploma? Estão inscritos na Ordem? Não cheguei a saber mas, o que é facto, é que quando na TV informaram que uma plataforma do eixo Norte-Sul tinha caído, nenhum deles me pareceu particularmente surpreendido com o sucedido. Eles lá sabem o que eles e os seus colegas fazem...

Mas talvez esta fosse uma boa oportunidade para perguntar se o engenheiro que planeou aquela obra tem um diploma da Independente e se está inscrito na Ordem. O cúmulo dos cúmulos era aquela plataforma ter sido projectada pelo Mário Lino!

E nem de propósito, aproveitando o facto de um funcionário da DREN ter sido demitido após ter feito uma piada em relação à licenciatura do Sócrates, não deveria também o Mário ser demitido, apenas por uma questão de igualdade de critérios. Obviamente, a demissão deste trabalhador resultou somente de politiquices mesquinhas, mas é uma clara evidência de como funciona a censura, principalmente se pensarmos que a conduta de outros profissionais é bem pior e não é alvo de qualquer acção disciplinar.

E já que estou a falar de censura, li algures que os governos estão a exercer maior controlo sobre a informação, principalmente aquela que é divulgada na internet. Acontece que eu tenho uma grande simpatia pelo meu blog (ou não fosse ele meu) e não gostava de o ver censurado. Como tal, e como todos somos corruptíveis (o que varia é o preço), eu aviso desde já que, por uma módica quantia, estou disposta a usar o meu blog para divulgar e manipular informação da forma que os governos acharem mais conveniente. Sempre quis servir o meu país!

publicado por bonecatenebrosa às 14:41
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 21 de Maio de 2007

Preocupações após a vitória do FCP

Há uma coisa que me preocupa: ontem não vi o emplastro! Verdade seja dita, que também não andei à procura dele e nem sequer vi grande parte dos programas dedicados às comemorações na Av. dos Aliados mas, nos poucos que vi, o emplastro não estava lá. Será que está doente? Estou profundamente indignada com a ausência de notícias relativamente ao estado de saúde deste ícone nacional! Admito que me dei ao trabalho de ir pesquisar mas o melhor que encontrei foi mesmo este site:

http://emplastro.no.sapo.pt/

Será que também ele está desaparecido? Será que os jornalistas, a polícia e os cidadãos de maneira geral estão tão preocupados com o que se passa na Praia da Luz que não podem dedicar um pouquinho do seu tempo a procurar o emplastro? E logo ele que geralmente é tão fácil de encontrar.

Entretanto lembrei-me que talvez os jornalistas tenham conseguido pôr os seus neurónios a funcionar, decidindo fazer reportagens simultâneas em sítios diferentes de modo a desnortear o emplastro. Já se sabia, desde o tempo da história do burro, que se dermos comida e água a quem tem fome e sede, o mais provável é ficar a olhar para as duas. Assim ficaria o emplastro com os vários canais de televisão...

Só para acabar, os meus parabéns ao Futebol Clube do Porto por sair vitorioso de mais um campeonato. E para o caso de não saberem (visto que em Portugal o desporto reduz-se ao Futebol), a Vanessa Fernandes sagrou-se campeã mundial de duatlo e a Telma Monteiro ganhou a medalha de ouro na Taça do Mundo e já está com um pé nos Jogos Olímpicos de Pequim. Parabéns para as duas, que também merecem!

publicado por bonecatenebrosa às 20:11
link do post | comentar | favorito

A maldição dos Morangos

Não pretendo falar de dietas mas, pelos vistos, os morangos com açúcar fazem mal à saúde. Digo isto porque, no espaço de pouco mais de um ano, dois actores da série juvenil  "Morangos com Açúcar" tiveram acidentes graves (ainda que só um tenha sido mortal).

Reparem como isto não acontece na Floribella (série infanto-juvenil para pessoas com graves problemas do foro psiquiátrico) que surgiu como concorrente directa dos Morangos. Na Floribella, tudo é paz, alegria, fadas e pessoas de mãos dadas a cantar... Mesmo quando os protagonistas têm algum problema de saúde, nunca é nada grave, são apenas chiliques que enchem capas de revistas e ainda servem para publicitar a série. Dizem que os problemas são causados por esgotamentos associados ao excesso de trabalho. É o que dá passar o dia a cantar em vez de estar a trabalhar numa caixa de supermercado, nas obras ou em repartições de finanças na época da entrega do IRS.

As pessoas que não vivem no mundo real ficam mal habituadas e passam a contar com as fadas e com o menino Jesus para resolverem os problemas por elas. Afinal não é assim tão bom ser pobrezinho em ouro mas rico em sonhos... Os pobres não comem sonhos, têm mesmo de trabalhar para ganhar a vida e raramente podem dar-se ao luxo de ter esgotamentos porque as baixas médicas são cada vez mais difíceis e, se forem pagos a recibos verdes, enquanto não trabalham não recebem.

Já os miúdos dos Morangos com Açúcar, podem ter cabeças de vento mas sempre têm os pés um bocadinho assentes no chão. Pertencem ao mundo real e, no mundo real, há acidentes graves: há gente que morre nas estradas e há gente que é espancada em discotecas. E não há fadas que lhes acudam! O melhor que conseguem mesmo arranjar são coberturas exaustivas da TVI à sua morte e aos seus acidentes. Se algum deles ficar aleijadinho de forma permanente, pode sempre ir ao "Canta por Mim", não como convidado mas como coitadinho. Não há melhor que a caridade televisiva! Praticamente não resolve nada mas limpa as consciências de muitos, o que a torna melhor que o Skip. E como diria o Sérgio, "Cá se vai andando com a cabeça entre as orelhas"...

Resta desejar as melhoras ao Tiago e à irmã dele e esperar que a maldição que atingiu os Morangos sirva, ao menos, para cancelarem o programa.

publicado por bonecatenebrosa às 14:55
link do post | comentar | favorito
Domingo, 20 de Maio de 2007

Ninfomaníacas das novas tecnologias

Ah! E com este post, as entradas no meu blog vão voltar a disparar, não é seus tarados? Óptimo, aproveitem para apreciar um post de qualidade.

Não pude deixar de reparar no novo anúncio da TV Cabo em que um indivíduo acorda a ouvir "trim trim" vindo da sua sala, e aí depara-se com 3 sujeitas, aparentemente em trajes menores, que continuam a fazer "trim trim". Nunca tinha reparado que os técnicos da TV Cabo trabalhavam até aquelas horas e, muito menos, que andassem assim vestidos mas, se assim é, eu também quero um técnico da TV Cabo todo bom, de tanga, a fazer "trim trim" no meu sofá.

Contudo, admito que eu, como pessoa normal que de tempos em tempos me esforço por ser, iria achar a situação tão estranha que, o mais provável, era mesmo chamar a polícia. Aliás, acho que o homem do anúncio deveria fazer isso mesmo. Nunca se sabe se aquelas taradas não estavam a esconder um facalhão para o esventrarem como um peixe ou se, por outro lado, não iriam transformá-lo em escravo sexual delas ou dos irmãos delas (e digo eu que sou uma pessoa normal).

Também não pude deixar de reparar no novo anúncio da Rede 4, em que 4 jovens passeiam alegremente de carro, enquanto enumeram as vantagens de aderir a essa rede. Até aqui tudo bem. O único problema é mesmo que a condutora olha várias vezes para a câmara de filmar que está ao seu lado em vez de olhar para a estrada. Não me parece que a mensagem que a empresa de telecomunicações quer transmitir seja "Dá sempre jeito ter a Rede 4 quando tiver de chamar uma ambulância" ou "Pague metade pelas chamadas e, como bónus, fique cortada ao meio debaixo de um camião".

Portanto, antes de procurarem um produto por causa das gajas boas que aparecem no anúncio, pensem se elas são espertas o suficiente para escolherem produtos de qualidade. Se não forem, talvez o produto não seja assim tão bom. Logo, limitem-se mesmo a ver as miúdas e deixem o produto nas prateleiras.

publicado por bonecatenebrosa às 20:34
link do post | comentar | favorito

Somos tão fofos!

A minha irmã, que eu carinhosamente acabei de decidir chamar de bonecagraciosa, encontrou este site amoroso que convido todos a verem.

http://www.persiankittenempire.com/

Se não gostarem de gatinhos, paciência. Coloquem um comentário a dizer qual é o animal de que gostariam de ver fotos fofas e esperem até eu as encontrar.

Bom fim de semana.

tags:
publicado por bonecatenebrosa às 16:02
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 18 de Maio de 2007

Práticas sexuais "aberrantes"

Antes de mais nada, para aqueles de vós que são tarados e vieram ler o post pensando que tinha fotografias, tirem daí a ideia porque não vão ver nada. Resta-vos irem embora ou dedicarem algum tempo à leitura sem imagens.

Não pude deixar de reparar a propósito do rapto da Madeleine, que duas das teorias que por aí circulam dizem que os pais drogavam as crianças para poderem praticar swing, tendo sido eventuais parceiros do casal a raptar a miúda e que o Robert Murat, aparentemente envolvido no rapto, teria relações sexuais com animais que depois matava.

Por muito interessante que tudo isto seja, por si só, não quer dizer absolutamente nada. Se os pais drogavam os filhos, são culpados apenas disso. Que eu saiba, o swing não é crime e não está directamente associado ao rapto de crianças. Quanto ao Robert ter sexo com animais, também só significa que tinha um comportamento sexual fora do comum que envolvia animais, e não necessariamente crianças. Logo, embora eu lamente o azar da bicharada, acho nada disto prova o que quer que seja na questão do rapto.

Em última instância, podemos até questionar o que é um comportamento sexual normal e o que é um comportamento sexual aberrante. Freud diria que a única aberração sexual é a abstinência e, também aqui, cada cabeça sua sentença.

Acredito que a polícia tenha mais informações que não manda cá para fora e acho que faz muito bem. Ainda na linha dos ditados populares, quem conta um conto acrescenta-lhe um ponto e a população em desespero adora histórias de ficção.

publicado por bonecatenebrosa às 14:38
link do post | comentar | favorito

Coisa Ruim

Reparei que na programação televisiva da RTP1 está marcado para hoje às 0h30m o filme Coisa Ruim. Recomendo vivamente! Fui vê-lo ao cinema e faz lembrar os melhores filmes do Night Shyamalan, de quem sou fã (rima e é verdade). E até conseguiu ter bons resultados de bilheteira sem precisar de despir a Soraia Chaves!

Hoje tenciono revê-lo, desta vez num ecrã mais pequeno mas, ao menos, sem ter de gramar com os putos que estavam sentados atrás de mim e que não se calavam, chegando mesmo a atender o telemóvel durante a sessão.

Proposta: do mesmo modo que os animais de estimação não podem entrar nas salas de cinema, os putos entre os 10 e os 16 anos também não deveriam poder. Acreditem que os miúdos de 5 anos, ou até menos, comportam-se melhor! Não digo que não existam adolescentes civilizados, mas geralmente só o são quando estão sozinhos ou em pequenos grupos. As manadas não me convencem... só mesmo se forem de vacas.

tags:
publicado por bonecatenebrosa às 14:09
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 17 de Maio de 2007

Regresso à infância

Ainda dando continuidade ao post anterior, sugiro que visitem este link:

http://www.misteriojuvenil.com/piratas_momentomagico.htm 

Tem as músicas e alguns genéricos de desenhos animados, séries infantis e de ficção, etc, todos do milénio passado e que fizeram as delícias de muitas crianças. Vale a pena!

publicado por bonecatenebrosa às 19:57
link do post | comentar | favorito

A revolta dos frustrados

É assim que chamo às praxes.

Poderia acabar já este post porque, de certa forma, já está tudo dito. Mas achei que devia tecer mais alguns comentários. Quando fui caloira, não fui particularmente massacrada pelos chamados veteranos ou, na minha interpretação, sujeitos que reconhecem as dificuldades inerentes ao mercado de trabalho e optam por acumular reprovações de modo a nunca abandonarem a faculdade, envelhecendo lá ao ponto de serem confundidos com professores catedráticos e sobrecarregando as famílias com o pagamento de propinas. Como tudo tem o seu lado positivo, conhecem a fundo o sistema de ensino e, em caso de ataque nuclear, sabem quais são os recantos da faculdade que mais se assemelham a bunkers para se esconderem.

Voltando à linha de raciocínio que interrompi, apenas fui apanhada uma vez e só não me recusei a ser praxada porque a praxe consistia apenas em ter a cara pintada e cantar a música que celebrizou o Calimero e a Abelha Maia. No entanto, quando tomei a iniciativa de abandonar o recinto e fui confrontada por uma criatura que dizia "olha que depois vais a tribunal de praxe", limitei-me a responder "está bem". A menos que tencionem vir-me buscar a casa agora que já estou licenciada, penso que me safei e nunca fui a tribunal nenhum...

Quando aparecem mais criaturas daquele tipo a falarem dos benefícios da praxe porque, dizem eles "facilita a integração", eu pergunto "até que ponto nos queremos integrar com aquela gente?". Não tive falta de amigos na faculdade, não conheci nenhum desses amigos durante a praxe e, tanto quanto sei, muitos nem sequer foram praxados. Não éramos considerados totós, não fomos rejeitados por ninguém. Aliás, se alguém me rejeitou sem que eu reparasse, desculpem lá a arrogância, mas essa pessoa é que ficou a perder.

No fundo, a praxe mantém-se porque uma quantidade de idiotas quer libertar as suas frustrações e outros idiotas não têm coragem para se afirmar, mesmo que às vezes sejam em número superior. E no meio disto tudo, vamos tendo casos de polícia que não chegam a lado nenhum e que ainda agravam mais os problemas causados às vítimas porque estas, no fundo, a partir do momento em que se matricularam, estavam a pedi-las...

Ora, considerando tudo isto, penso que o senhor primeiro-ministro faz muito bem em apostar nas novas oportunidades. Assim, quem desistir do curso porque não está para passar o primeiro ano a ser espancado, pode sempre voltar quando for mais velho e já ninguém achar que ele é caloiro. De qualquer modo, se a ideia é pagar o curso e ficar desempregado, se calhar mais vale desistir do curso e ficar inteiro...

Bom, só para desanuviar, cá ficam umas imagens de amiguinhos da nossa infância:

tags:
publicado por bonecatenebrosa às 14:35
link do post | comentar | favorito

Messias, a minha mão esquerda

Até hoje nunca me foi diagnosticada nenhuma doença mental, o que não quer dizer nada excepto que passo bem despercebida.

No entanto, ontem dei por mim a chamar a minha mão esquerda de Messias enquanto tentava dar vida a uma nêspera. Obviamente, questionei a minha sanidade mental, mas não por muito tempo.

Afinal, comparando com a Alexandra Solnado ou com a Linda Reis, até sou uma pessoa muito normal.

publicado por bonecatenebrosa às 13:52
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 16 de Maio de 2007

Estou a ficar famosa!

A bonecatenebrosa nasceu a 12 de Abril e chegou hoje aos 500 visitantes. A 500ª pessoa deveria ter recebido um prémio mas, lamentavelmente, não pensei nisso antes. De qualquer modo, um grande abraço para todos e continuem a passar por cá.
tags:
publicado por bonecatenebrosa às 16:33
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 15 de Maio de 2007

Videoclip disponível para felicidade geral

Prometi ao meu ídolo, o Eládio Clímaco, que ia continuar à procura deste videoclip para o colocar aqui em homenagem a ele, e quando eu prometo, cumpro. Assim sendo, espero que este link agrade não só a ele, mas a todos os que gostam de músicas pouco melódicas e cujo investimento principal vai para o espectáculo visual.

http://www.youtube.com/watch?v=_M6px6Ynm90&mode=related&search=

Espero que gostem. Eu gosto!

publicado por bonecatenebrosa às 23:36
link do post | comentar | favorito

Não deixo mesmo passar uma

Diz o Correio da Manhã que há um peregrino que se destaca entre os restantes por percorrer 300 km a pé, numa estrada sobreaquecida, tratando-se de uma criança de 9 anos que vai cumprir uma promessa com a mãe. E todos parecem achar este comportamento louvável.

Pois agora digo eu: onde andam as Comissões de Protecção de Crianças e Jovens? É que um miúdo de 9 anos apenas entende de religião aquilo que os pais querem que ele entenda. Ora, se ele não tem discernimento para votar, também não tem para pagar promessas e, tratando-se de um comportamento que pode ter consequências graves para a saúde do miúdo, parece-me que estamos perante um caso de maus-tratos infantis.

É claro que ele pode estar a adorar o passeio! Do mesmo modo que um miúdo que trabalhe nas obras pode adorar andar em cima de andaimes... No entanto, no segundo caso, todos deitam as mãos à cabeça e lincham os pais do puto. Enquanto neste caso, por ser uma peregrinação a Fátima, está tudo bem e, provavelmente, vão canonizar o miúdo e a mãe dele.

publicado por bonecatenebrosa às 17:27
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Oh, por favor!

Pois é! Basicamente é este o comentário que tenho a fazer caso seja verdade que o CDS vai avançar com o Carmona como candidato à Câmara Municipal de Lisboa.

Sinceramente, imaginava o Paulinho das feiras mais esperto. Mas tudo bem, diz-me com quem andas e eu dir-te-ei quem és e, a esta história confirmar-se, o Paulo Portas é o sujeito que anda com o Carmona que, por sua vez, anda com a Bragaparques. Acho que já me fiz entender...

publicado por bonecatenebrosa às 17:07
link do post | comentar | favorito

Como lixar um sujeito que até é competente

Foi este o pensamento que me ocorreu quando confirmei que o PS ia mesmo avançar com o nome do António Costa para a Câmara de Lisboa. Parece-me que o António tem sido um dos poucos ministros que até tem feito um bom trabalho e que, como pessoa, mantém sempre uma postura muito correcta e discreta. Posso estar enganada, mas é o que parece.

Acontece que talvez seja por isso mesmo que está a fazer sombra ao nosso querido Primeiro. Mandá-lo para a CML significa instabilidade no Ministério da Administração Interna a poucos meses da época de incêndios e, ao mesmo tempo, permite ao Sócrates fazer a folha a um eventual concorrente, metendo-o numa CM que é um buraco sem fundo.

Tudo isto porque, à semelhança do que aconteceu nas presidenciais em que os socialistas não souberam agarrar a candidatura do Manuel Alegre, agora deixaram passar a da Helena Roseta. Errar uma vez é humano, duas já é estupidez. Como me parece que, entre os defeitos do Sócrates, não se conta a estupidez, resta-me pensar que é mesmo má fé para com o colega.

De qualquer modo, o mais provável é ganhar o Seara, se pensarmos que os benfiquistas votam nele. De facto, tudo o que fazia falta à CML era ter na liderança um sujeito cuja principal ocupação é a de comentador desportivo.

Eu, por mim, sou obrigada a lavar daí as minhas mãos porque, infelizmente, não voto em Lisboa. Mas aproveito para apresentar mais uma das minhas ideias brilhantes: nas eleições autárquicas, os cidadãos deveriam poder votar duas vezes, uma na sua área de residência e outra na de trabalho. Afinal, tendo em conta as actuais condições de empregabilidade, passa-se mais tempo no trabalho e no caminho para o trabalho do que em casa.

publicado por bonecatenebrosa às 13:20
link do post | comentar | favorito
Domingo, 13 de Maio de 2007

Preocupações reais e histerias colectivas

Faz hoje 10 dias que a Madeleine desapareceu. Até agora, eu tinha optado por não comentar o assunto porque, para ser sincera, acho que não há nada a dizer. Já ouvi toda a espécie de teorias, algumas mais e outras menos absurdas, mas acho que só ainda não ouvi culparem os extraterrestres.

Por isso, mesmo hoje não tenciono comentar o desaparecimento, mas sim uma outra situação que me embrulha um bocado o estômago. É que hoje, durante o zapping, vi um pouco da transmissão das cerimónias em Fátima e só via cartazes da Madeleine e gente a rezar pelo aparecimento ela. Tenho o maior respeito pela fé das pessoas, mas as incoerências chateiam-me um bocado, por isso cá vai:

1 - Quem não acredita em Deus, considera que a responsabilidade dos acontecimentos cabe ao acaso, a si ou aos outros. E como não conta com Deus para resolver os problemas, ou desiste ou toma iniciativas. Estas pessoas (nas quais me incluo), podem não ser felizes, podem não conseguir o que querem mas, ao menos, podem sentir-se responsáveis.

2 - Quem acredita num Deus omnipresente, omnipotente, omnisciente, etc, deveria atribuir-lhe a responsabilidade por tudo o que acontece (de bom e de mau), porque tudo é a vontade dele. Logo, o desaparecimento da miúda também seria vontade divina e, como tal, as preces são inúteis.

3 - Quem acredita em Deus, mas não acha que ele seja omniqualquercoisa, também não deve incomodar-se a rezar por o que quer que seja, porque não está nas mãos dele pôr isso em prática.

4 - Quem acha que Deus pode estar a castigar os pais pelo desaparecimento da filha, devia ter juízo. Se acredita num Deus que faz os filhos pagarem por erros dos pais, acredita num Deus injusto, logo as preces também seriam inúteis.

5 - Quem acredita que o desaparecimento da miúda é um teste à fé, em geral, também acredita num Deus injusto que prejudica uma pessoa (supostamente inocente) para pôr à prova os outros. Volta-se ao mesmo e, mais uma vez, as rezas não servem para nada.

6 - Quem acredita que Deus é como uma criança mimada a brincar connosco como se fossemos fantoches, sabe intuitivamente que as preces também não servem de nada porque, no fundo, é inútil tentar dialogar com um puto desse tipo.

Isso leva-me a crer que o melhor é mesmo não acreditar em Deus, pôr as súplicas de lado, esquecer as promessas que não levam a lugar nenhum e, se o pessoal quer mesmo ajudar a encontrar a Madeleine, resta ficar atento e contactar as autoridades quando (e se) tiver uma pista. E já agora, sugiro que os interessados consultem na página da Polícia Judiciária a secção das pessoas desaparecidas. É que para além da Madeleine há muitos outros, crianças e adultos, que continuam desaparecidos e que têm o mesmo direito de serem procurados e encontrados.

É claro que podem discordar de mim e estou disponível para qualquer debate teológico desde que os argumentos sejam credíveis e não baboseiras do género "é preciso ter fé"...

Ah, e a propósito, alguém acredita sinceramente que, a haver um ou mais raptores, eles iam ficar comovidos com o apelo do Cristiano Ronaldo, do David Beckham ou de outras figuras? Não sei, mas acho que por muito que se possa ser fã deles, ninguém rapta uma criança para a seguir a devolver só porque uns tipos famosos pediram com jeitinho! Mas essa é só a minha opinião...

publicado por bonecatenebrosa às 22:35
link do post | comentar | favorito

E porque não a Dina?

Bom, ontem no festival da Eurovisão ganhou a Sérvia. Estou convencida de que se este ano temos lá mandado a Dina, tínhamos ganho. Não é que a senhora em causa tenha má voz, mas que havia melhor, havia. E se ela tem começado a dizer que pegou, trincou e meteu na cesta, aí então era sucesso absoluto...

Entretanto, a meu ver, o que é de reter deste festival é a apresentação inicial dos Lordi. Aliás, andei a procurar o videoclip que acompanhou a sua actuação, mas infelizmente para mim (e para o Eládio) não o encontrei. Mas vou continuar a tentar!

publicado por bonecatenebrosa às 13:55
link do post | comentar | favorito

.Eu, eu e mais eu

.Perdidos e achados

 

.Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
16
20
22
25
26
29
30

.Posts saídos do forno

. 6.ª Sobrenatural - "O euc...

. O fundo pode descer um po...

. Acto de terrorismo

. Duas questões para reflec...

. 6.ª Sobrenatural - "Levit...

. A solução para os problem...

. Dá-me o computador!

. Olha a novidade...

. Já não me metia com eles ...

. 6.ª Sobrenatural - "Quand...

.Posts já maduros

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds

.Para onde vos mando