Quarta-feira, 13 de Agosto de 2008

A beleza das próteses, cicatrizes e banhas

A notícia do playback da menina chinesa que tinha "cantado" na gala de abertura dos Jogos Olímpicos está a fazer sensação. A onda de indignação é tão grande que quase parece um tsunami. Ouvem-se e lêem-se comentários que de um modo geral concluem que tal coisa só poderia acontecer na China. De facto, onde é que já se viu seleccionar uma pessoa por ser mais bonita e relegar para segundo plano os que não correspondem ao padrão estereotipado de beleza?

Bom, aquilo que pode parecer um desafio, na realidade não o é. Se virmos bem, em muito países ditos desenvolvidos ainda se fazem concursos de beleza que, embora nos queiram convencer que também avaliam talento e personalidade, o que avaliam realmente é a forma como um bocado de carne fica dentro de um fato de banho e a sua capacidade de memorização para dizer algo do tipo "o que eu mais desejo é paz no mundo". Quer-me parecer que por muito talento e personalidade que pudessem ter, as raparigas com cerca de 1m50, 90 kg, acne, dentes tortos e corcundas nunca ganhariam estes concursos.

Pensando noutros casos mais específicos, lembro-me que não contrataram uma gorda para o papel de Bridget Jones, nem uma nariguda para o papel de Virginia Wolff, nem uma mulher com sobrancelhas de lobisomem para o papel de Frida Khalo, nem uma mulher simplesmente feia para fazer de assassina em série no papel que deu o Oscar à Charlize Theron. Não. Foram buscar actrizes bonitas para serem caracaterizadas e fazerem aqueles papéis, assumindo que não haveria nenhuma actriz feia igualmente capaz. A verdade é que se virmos bem, devem contar-se pelos dedos de uma mão as actrizes que são feias.

Para a próxima, ponham uma actriz talentosa com o corpo da Valentina Torres a fazer os papéis da Soraia Chaves e depois venham mostrar indignação pelo comportamento organizadores da gala de abertura dos jogos.

 

Ah, e um pequeno à parte: Oh Telma, fica-te mal mandar as culpas da derrota para os outros. Tem cuidado para não ficares parecida com o Benfica que quando perde diz que é porque os outros são corruptos.

publicado por bonecatenebrosa às 22:50
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De b barbosa a 14 de Agosto de 2008 às 09:46
A maior parte dos directores vê as actrizes bonitas como uma espécie de ponto forte imediato para o filme. Os casos que destacas-te até nem são os piores: impressiona-me mais ver no ecrã mulheres como a Jessica Simpson ou a Pamela Anderson.

Mas outro dos pontos interessantes nesse tópico é que, sem existirem muitas mulheres feias a representar, há imensos homens horríveis em Hollywood e até com grandes papéis e vário protagonismo. Basta lembrar os filmes cómicos recentes ou pensar no Seth Rogen.
De bonecatenebrosa a 14 de Agosto de 2008 às 14:07
Pois, mas se pensarmos nas "actrizes" de que falas, elas são contratadas mesmo para exibirem o corpinho porque os filmes em que entram não valem nada. O que eu estava a falar era da contratação de bonitas que são caracterizadas para ficarem feias, quando se podia contratar logo as feias.
O caso dos homens parte do pressuposto de que para o público masculino a beleza dos actores é irrelevante e que o público feminino valoriza outros aspectos para além da beleza (aquilo que se chamaria de charme ou carisma).
Um exemplo giro e que podes ver facilmente está nos classificados dos jornais: as mulheres chamam a atenção para a sua beleza e medidas corporais, enquanto os homens falam da sua educação, cultura e dinheiro. É tudo marketing...
De b barbosa a 14 de Agosto de 2008 às 14:16
É por isso que eu gosto de mulheres.
De bonecatenebrosa a 14 de Agosto de 2008 às 16:02
O importante é que elas gostem de ti.
De b barbosa a 14 de Agosto de 2008 às 16:40
Esperemos que gostem.
De raio a 15 de Agosto de 2008 às 01:32
Uma coisa é não contratarem uma actriz ... outra é contratarem a voz de uma cantora e uma "boneca" para fazer playback ...

(ainda este mês passou uma reportagem na RTP2 sobre a influencia da beleza na China e a obrigação das mulheres chinesas recorrerem às operações estéticas para conseguir competir no mercado de trabalho chinês, particularmente em Pequim)

Mas o que aconteceu ao desvendar-se esse facto, bem assim como a questão dos fogos ... foi um simples levantar do véu ... demonstrando que a China aproveitou estes jogos para vender uma imagem ... que na realidade não tem ...

CHINAfreeNOW!!!
Saudações Bloguisticas
Raio
De bonecatenebrosa a 15 de Agosto de 2008 às 15:15
O único problema é que aquilo que a China faz e que foi descoberto como se fosse algo inédito e um problema exclusivamente chinês é o mesmo que é feito em vários outros locais: vender a imagem. É assim que se ganham eleições e cargos profissionais (contando também com as relações familiares).

Comentar post

.Eu, eu e mais eu

.Perdidos e achados

 

.Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
16
20
22
25
26
29
30

.Posts saídos do forno

. 6.ª Sobrenatural - "O euc...

. O fundo pode descer um po...

. Acto de terrorismo

. Duas questões para reflec...

. 6.ª Sobrenatural - "Levit...

. A solução para os problem...

. Dá-me o computador!

. Olha a novidade...

. Já não me metia com eles ...

. 6.ª Sobrenatural - "Quand...

.Posts já maduros

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds

.Visitas

Counter
Free Counter

.Agora estão cá quantos?

online

.Eu vim de longe...

.Para onde vos mando