Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2007

O drama, o horror, a tragédia

Para quem não sabe, a frase que o Artur Albarran queria usar inicialmente era "o medo, o terror, a escuridão" mas depois achou que eu podia acusá-lo de plágio e mudou de ideias.

Indo ao que interessa, sugiro que o povo do Zimbabwe se prepare. É que o nosso bem amado primeiro ministro está a ter a oportunidade de se encontrar e conviver com algumas figuras peculiares do panorama político internacional, entre as quais está Robert Mugabe. Espero que não existam tradutores por perto ou que eles se embebedem antes de começarem a partilhar experiências sobre as políticas que usam nos respectivos países.

Sim, eu admito que tenho medo! Tenho muito medo que o Mugabe aprenda alguma coisa com o Sócrates. É que a última coisa que o povo do Zimbabwe precisa é de ter um presidente que veio a uma cimeira para aprender formas mais discretas de desrespeitar os direitos humanos. Pior do que violar os direitos humanos de uma forma clara e inequívoca, criticada por todos, é fazê-lo pela calada a pretexto de tudo e mais alguma coisa e ainda ser aplaudido por alguns.

publicado por bonecatenebrosa às 20:28
link do post | comentar | favorito
|

.Eu, eu e mais eu

.Perdidos e achados

 

.Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
16
20
22
25
26
29
30

.Posts saídos do forno

. 6.ª Sobrenatural - "O euc...

. O fundo pode descer um po...

. Acto de terrorismo

. Duas questões para reflec...

. 6.ª Sobrenatural - "Levit...

. A solução para os problem...

. Dá-me o computador!

. Olha a novidade...

. Já não me metia com eles ...

. 6.ª Sobrenatural - "Quand...

.Posts já maduros

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds

.Visitas

Counter
Free Counter

.Agora estão cá quantos?

online

.Eu vim de longe...

.Para onde vos mando