Sexta-feira, 2 de Novembro de 2007

6.ª Sobrenatural - "Halloween"

"À medida que o Inverno se aproximava, os supersticiosos celtas eram invadidos pelo medo. Se os deuses estivessem zangados, o sol poderia nunca mais voltar a brilhar. Simultaneamente, com o aumento das horas de escuridão, os espíritos dos mortos e os mais variados demónios ficavam livres para vaguear sobre a terra. Foi contra este ambiente de medo que, há cerca de dois mil anos se desenvolveu uma celebração especial, destinada a proteger e a alimentar, o Halloween.

Na Bretanha céltica o Inverno durava desde 1 de Novembro a 30 de Abril e o Verão iniciava-se no dia 1 de Maio. O fim do Verão era oficialmente a 31 de Outubro, um dia de festa dedicado a Samhain, o Senhor dos Mortos. Eram acendidas fogueiras que não só ajudavam as comunidades a libertar-se do lixo, como também simbolizavam a renovação da terra e afastavam os mortos das casas dos vivos. As cabeças de gado em excesso, que não poderiam ser alimentadas durante os meses do Inverno, eram abatidas e forneciam alimento a toda a gente. Os ovinos eram acasalados para garantirem os rebanhos do ano seguinte. No auge das festividades, os rapazes acendiam tochas nas fogueiras e corriam pelas aldeias para afugentarem os espíritos malignos.

O elemento mais macabro nas celebrações do Samhain era o sacrifício de animais, ou até de humanos, dentro de uma jaula de verga. Os druidas adivinhavam então o futuro observando as contorções das vítimas quando estas eram atiradas ao fogo.

No Outono, os romanos tinham um festival denominado Feralia, que honrava os que haviam falecido recentemente, bem como a festa de Pomonia, um tributo à deusa dos frutos, durante a qual as maçãs e as nozes eram utilizadas em jogos divertidos, pelo que a festa do Samhain, durante a ocupação romana, acabou por também ser colorida por essas tradições.

A força dessas celebrações, com uma tradição de séculos, não podia ser ignorada pela igreja. Os seus anciãos decidiram não tentar destruí-as e preferiram adaptá-las. No ano de 834 d.C. o Dia de Todos os Santos passou de 13 de Maio para 1 de Novembro, pelo que o dia 31 de Outubro passou a denominar-se «All Hallows' Eve» (Véspera de Todos os Santos).

No ano de 988, a igreja institui o dia 2 de Novembro como Dia de Finados e os pagãos foram incitados a rezar pelos mortos em vez de rezarem aos mortos. Isto significava que os santos passavam em grande parte a substituir todo um espectro de espíritos. Apesar disso, a tradição do «Halloween» continuou a existir na Europa. Sir James Frazier, um autor do século XIX que escrevia sobre o oculto, disse a respeito do «Halloween»: «Era a época do ano em que se supunha que as almas dos falecidos visitavam as suas antigas casas a fim de se aquecerem junto ao fogo e de se reconfortarem com a alegria que os afectuosos familiares lhes transmitiam na sala ou na cozinha. Era talvez natural pensar que a aproximação do Inverno expulsasse os pobres, trémulos e esfomeados fantasmas dos campos e dos bosques já sem folhas, empurrando-os para o abrigo das casas, com as suas lareiras familiares».

Foi esta a origem da conhecida tradição americana - para aí levada pelos imigrantes irlandeses e escoceses - do «Halloween», em que as crianças pedem guloseimas e ameaçam com partidas aqueles que não lhas derem. Na altura, a finalidade era vestirem-se como espíritos para ganharem a comida destinada aos mortos. Esta tradição tem o equivalente em Portugal no «pão por Deus» do dia 1 de Novembro.

A lenda de «Jack», nome dado à tradicional abóbora iluminada por dentro, fala de um ferreiro que fez um pacto com o diabo. Durante 7 anos, Jack seria o melhor ferreiro do mundo mas a seguir teria de entregar a sua alma a Satã. Porém, antes dessa data, Jesus e S. Pedro visitaram a sua forja e ofereceram-lhe 3 desejos. Para grande horror de S. Pedro, o primeiro desejo do ferreiro não foi a entrada no céu, mas sim o poder de manter alguém preso a uma árvore próxima durante 7 anos. O segundo e terceiro desejos foram semelhantes, mas a vítima deveria ficar confinada respectivamente a uma cadeira e uma bolsa durante um período de tempo semelhante. Quando o Diabo apareceu para lhe levar a alma, Jack fê-lo trepar à árvore, sentar-se na cadeira e encolher-se para caber na bolsa... até fazer fugir o espírito maligno.

Quando Jack morreu, foi rejeitado por S. Pedro e pelo Diabo, ficando condenado a vaguear pela Terra segurando o nabo que estivera a comer, recheado com um carvão ardente retirado do Inferno".

 

Karen Farrington

História do sobrenatural

 

Agora digam-me cá se aqueles desejos que o Jack pediu têm algum jeito? Pedir para ser o melhor ferreiro do mundo? Mas que pedido da tanga! E Jesus e S. Pedro andam por aí a oferecer 3 desejos como se fossem o génio da lâmpada? Cambada de desocupados! Mais uma vez, os desejos do Jack são profundamente idiotas... Porque é que ele não pediu o direito a mais desejos? Ou a destruição do Diabo, que assim nunca o iria buscar? Ou outra coisa qualquer que fizesse mais sentido? Não admira que tenha ficado com cabeça de abóbora. Devia era ter ficado com um grande melão!

E, já agora, a entrada no céu é assim? Pede-se um desejo ao S. Pedro e já está? A seguir pode-se fazer toda a merda possível e imaginária que no fim vai-se para o céu? Bonito...

publicado por bonecatenebrosa às 12:27
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De ju a 2 de Novembro de 2007 às 12:35
Oi.. Realmente nao ha direitos..
Isto agora é assim, chega-se la em cima, vem o S. Pedro pedesse um desejo e entra-se.. NAo ha segurança nenhuma.. Ai Deus.. Onde iremos parar?.. É melhor começar ja a pensar num desejo digno para poder entrar la em cima, se nao, estamos todos f***..
lol.. Bonito post.
Beijos
De bonecatenebrosa a 2 de Novembro de 2007 às 15:06
Aqui fica uma ideia: "Quero que abram as portas e que ninguém me venha barrar o caminho". É infalível!
De ju a 2 de Novembro de 2007 às 15:59
Realmente.. Bem pensado.. Sim senhora..lol. É uma meneira de garantir a nossa estadia no "paraiso"..

Comentar post

.Eu, eu e mais eu

.Perdidos e achados

 

.Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
16
20
22
25
26
29
30

.Posts saídos do forno

. 6.ª Sobrenatural - "O euc...

. O fundo pode descer um po...

. Acto de terrorismo

. Duas questões para reflec...

. 6.ª Sobrenatural - "Levit...

. A solução para os problem...

. Dá-me o computador!

. Olha a novidade...

. Já não me metia com eles ...

. 6.ª Sobrenatural - "Quand...

.Posts já maduros

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds

.Visitas

Counter
Free Counter

.Agora estão cá quantos?

online

.Eu vim de longe...

.Para onde vos mando